Modern technology gives us many things.

Pele de vidro

Você com certeza já viu um prédio com pele de vidro. Cobrindo toda a extensão do edifício, o material cria certa imponência, requinte e beleza, inclusive se for utilizado o vidro espelhado. Mas você sabe como é feito esse tipo de instalação?

A instalação da pele de vidro é rápida e tem baixo desperdício de material. Primeiro, é montada uma estrutura de quadros de alumínio, que formam uma espécie de grade. Em seguida, as películas de vidro são coladas com adesivo potente, uma ao lado da outra. O resultado é uma estrutura inteiramente em vidro, que esconde as peças de alumínio. A beleza visual é imensa, com aspecto leve e limpo.

Todo esse processo pode seguir três modelos. O primeiro é chamado de stick, em que a montagem da estrutura metálica é feita no próprio prédio. Em seguida, os vidros são posicionados. Já na instalação unitizada, a colagem do vidro na estrutura é feita na fábrica. Em seguida, a peça montada é levada ao canteiro de obras e fixada com a ajuda de guindastes. Por último, o processo híbrido faz parte da estrutura na fábrica, parte na obra.

Os vidros instalados podem ser diversos. Como já dito, o espelhado é um dos preferidos. No entanto, as peças coloridas também são comuns, assim como as transparentes e as fumês. Cada uma agrega de forma diferente à decoração e pode transmitir diversas percepções da fachada.

Vantagens da pele de vidro

Além da beleza, uma das vantagens da pele de vidro é, sem dúvida, o conforto. Conforto primeiro térmico, uma vez que o vidro adequado não deixa passar os raios solares pela estrutura. Logo, a temperatura no interior do prédio é mais amena. Conforto também acústico, pois o vidro é incrível material para barrar sons, de fora para dentro do prédio ou vice-versa.

A pele de vidro garante também a economia de energia. Isso porque o material permite a passagem da luz natural do sol para o interior do prédio. Assim, enquanto há raios solares, há luminosidade, e as lâmpadas não precisam ser ligadas no espaço.

A limpeza é outro benefício interessante. O vidro não acumula facilmente partículas de poeira, e sua lavagem pode ser feita com água e sabão.

Tipos de vidro

Para a instalação de uma estrutura desse tipo, é indicada a escolha pelos chamados vidros de segurança. Esses materiais são produzidos de modo a oferecer maior resistência, térmica e física.

Isso quer dizer, por exemplo, que os vidros de segurança, quando se quebram, geram uma série de fragmentos arredondados, e não cacos pontiagudos. Além disso, eles se quebram com menor facilidade, sendo ideais para locais onde há trânsito de pessoas ou ações da natureza, como a chuva.

Um dos vidros de segurança mais comuns é o temperado. O material passa pelo processo de têmpera, recebendo grande quantidade de calor e de frio, um após o outro. O resultado é uma peça cinco vezes mais resistente que vidros comuns!

O vidro laminado passa pelo mesmo processo, só que recebe lâminas de filme resistente. Caso se quebre, os fragmentos do produto ficam presos nessas lâminas. Ou seja, o vidro não estoura.

Apesar de muito mais comum em prédios inteiros, a pele de vidro pode ser aplicada em apenas algumas partes do imóvel desejado. Assim, o contraste entre a alvenaria e a transparência pode produzir bonito visual. Basta ter cuidado com a escolha do vidro, seja qual for seu desejo, e o resultado será incrível!

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.